Participe e nos ajude a levar doações aos nordestinos em janeiro de 2018!

Participe e nos ajude a levar doações aos nordestinos em janeiro de 2018!

QUAL É A SUA DESCULPA?

QUAL É A SUA DESCULPA?
Faça Missões! Obedeça a Ordem de Jesus Cristo.

Seguidores

O que você procura?

1 de janeiro de 2015

Estresse Missionário.

Virada do ano 2014/2015 na ADECIN com a presença de vários missionários de nosso campo.
O ano de 2015 inicia e uma das coisas que percebemos desde as primeiras horas foi o tom amargo e estressado de alguns missionários em redes sociais. Alguns contando com alegria as doações recebidas e como eram importantes no processo de evangelização e, outras postagens, demonstrando total rancor, raiva, impaciência e descontrole emocional por estarem longe de seus familiares e amigos na virada do ano.

Não os julgo! O ambiente transcultural leva a um alto nível de estresse que junto com o psicológico abalado aumenta ainda mais o estresse emocional.

O chato é que nem podemos enviar mensagens de apoio ou de ajuda, pois a maioria tende a se irritar ainda mais, achando inconveniente e desnecessário, pois, para eles, quem precisa de ajuda é a alma que abordam no dia a dia. Nem percebem o quanto estão estressados e ansiosos por mudanças.

Na verdade, esse estresse é quase impossível de não viver quando se está no campo missionário, pois é decorrente de atitudes externas e alheias que culminam no missionário. É quase inevitável não vivê-lo.

Digo até que o estresse é muito importante, pois se uma pessoa não se estressa por algo que precisa de mudança e não muda, como pode dizer que se preocupa com o próximo ou qualquer outra coisa na sua vida? Os mais "Felizes cristãos" tendem a dizer que tudo são flores, mas a verdade é que todo ser vivo passa por situações difíceis. A diferença de quem serve a Cristo é que nosso coração permanece confiante em Deus e aguardamos nEle a nossa Salvação.

Todavia, como já afirmado acima, o estresse é necessário para viver.

Costumamos dizer que o estresse nos leva a viver oportunidades. Não que o estresse deva ser algo natural em nosso dia a dia, mas afirmamos que graças a ele, vivenciamos oportunidades.

Oportunidade de confiar mais em Deus;
Oportunidade de acreditar que toda situação ruim tem um lado bom;
Oportunidade de aprender com os erros;
Oportunidade de beneficiar o outro;
Oportunidade de fazer o bem ainda que a natureza pecaminosa escolha outra atitude que não seja amar.

Lemos em um artigo que agora não nos recordamos muito bem, que "O organismo humano é capaz de suportar muito estresse", daí, nós lembramos da Palavra Viva e Eficaz: 

"Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que possais suportar" 
1 Coríntios 10.13

Isto é, todo estresse faz parte da natureza humana. O que não podemos é nos deixar levar por ele. O estresse excessivo pode causar problemas de comportamento.

Alguns missionários que acompanhei em 2014 são muito fortes publicamente, mas sempre mostraram a carência de oração, de serem sustentados pelos intercessores. Isso, porque devido aos problemas sociais nas localidades que vivem, a inexistência do Poder Público em oferecer uma melhor qualidade de vida, além de um estresse nas postagens que publicaram demonstraram que seus líderes, as igrejas que os enviaram... Esqueceram-se de cuidar da saúde mental de cada um. 

Quando dizemos saúde mental, não é que tenham ficados loucos. E sim, que estão acima do limite da boa vontade humana e carentes de férias e férias bem vividas. Não seminários, congressos e afins, que inibem o bem-estar de seus dias de "lazer" e afastam a família.

O que acontece de fato e que muitos lutam nas redes sociais com seus "amigos" com postagens desnecessárias. Sem perceber alimentam o estresse neles e desenvolvem no outro que lê suas postagens que deveriam ser sobre o trabalho que realizam, como desenvolvem e o que precisam para que cresça ainda mais. Infelizmente, acabam desenvolvendo brigas entre seus amigos com as respostas deixadas em comentários ou até mesmo em "curtidas".

Quando o estresse é grande, o ser humano tende a esvaziar o caminho em sua frente. Nisso, até seus amigos acabam abalados, pois quem gosta de ficar perto de gente estressada? 

Infelizmente, estresse missionário existe. Afeta corpo e alma, mente e espírito. Afeta todos ao seu redor. Cria desiquilíbrio, incapacidade de resolver problemas e, ao mesmo tempo, traz simpatia de quem observa este mal e passa a orar pelo missionário afetado.

No entanto, o intercessor sofre junto, sente o mesmo peso espiritual. Ficam doentes fisicamente, abalados emocionalmente e angustiados para a solução do problema alheio.

Meu querido amigo missionário, minha querida amiga missionária: Não desenvolvam estresse! Não acentuem dores de cabeça, dores lombares, não alimentem a pressão alta, evitem a fadiga... Iniciem o ano mostrando do que são capazes no campo missionário, do que precisam e como os mantenedores são importantes no processo de concretização do discipulado.

Vocês não estão esquecidos!
O estresse pode ser bom ou ruim, mas a nossa atitude diante dos problemas que surgirem farão com que Deus envie nossos irmãos para segurar a corda. Vocês não estão sozinhos! Evitem o estresse e se ele aparecer, que nós sejamos capazes de ser mais tolerantes e menos estressados e muito mais confiantes no cuidado de Deus para conosco.

O Blog Uma Visão Missionária deseja um ano de muitas realizações no campo missionário. Cuidem de vossas saúdes. Estejam atentos! 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

RESPEITE OS CRÉDITOS!!!

Por favor, respeite os direitos autorais e a propriedade intelectual (Lei nº 9.610/1998). Você pode copiar os textos para publicação/reprodução e outros, mas sempre que o fizer, façam constar no final de sua publicação, a minha autoria ou das pessoas que posto aqui e que, muitas vezes, aqui escrevem. Afinal, algumas postagens do "Blog Uma Visão Missionária" trazem imagens de fontes externas como o Google Imagens e de outros blog´s.

Se alguma for de sua autoria e não foram dados os devidos créditos, perdoe-me e me avise (pahesa.andrade@gmail.com) para que possa fazê-lo. E não se esqueça de, também, creditar ao meu blog as imagens que forem de minha autoria.

Projeto MICRI e a Expedição Missionária Piauí

Chamado Missionário?

Aniversário do Blog!