VIAGEM + ENSINO: Intensivo em Missões

VIAGEM + ENSINO: Intensivo em Missões
PARAGUAI - De 15 a 25 de agosto de 2018!

Translate/Tradutor

BÍBLIA DE RECURSOS PARA O MINISTÉRIO COM CRIANÇAS - APEC.

"A criança precisa saber que Bíblia nos ensina a lidar com os problemas"

O que você procura?

28 de junho de 2013

Sete passos para realizar um Culto Missionário.

Missª. Patricia Telles - Direção do culto Missionário com Tema ESPANHA.
Depois de vários anos liderando um departamento missionário em várias congregações diferentes da Assembleia de Deus Cidade Nova, nós pudemos notar que a maior dificuldade não é a de como realizar um culto de missões, mas como organizar um "culto missionário" que seja com foco em Missões.

A maioria dos organizadores realiza um culto comum, que chamam de "missionário", mas que acaba sendo só mais um culto de poder (caso dos pentecostais) ou só mais um momento de "oferta missionária", mas se você for conversar com uma pessoa que acabou de sair desses cultos e perguntar sobre Envio e Manutenção, Choque Cultural ou Reverso, Janela Verde ou 10x40, a maioria nunca sequer deve ter ouvido falar disso.

Vendo a dificuldade que enfrentamos em integrar as pessoas ao departamento missionário de uma filial, nós percebemos que a maior dificuldade está em como organizar essas pessoas no culto de missões e que elas entendam o que falam e porquê falam.

O problema não era encontrar o TEMA, escolher o VERSÍCULO BASE ou enfeitar a igreja com BANDEIRAS, mas envolver os membros e visitantes a ponto de perceberem que um culto de missões é tão envolvente, espiritualmente, como qualquer outro realizado na igreja. E, que, melhor... Pode trazer um real envolvimento missionário, fazendo a pessoa entender que o trabalho realizado por missionários no campo de ação é muito importante e depende de cada um de nós em várias frentes: orando, enviando, ofertando e mantendo com dignidade.

Para isso, afirmamos que o "Momento Missionário", momento em que explicamos a igreja às necessidades dos missionários no campo, em que mostramos fotos no telão de suas atividades e que explicamos como é o envio e como podemos apoiá-los de fato: é incrivelmente fácil!

O culto de missões nada mais é que uma forma clara e objetiva de incentivarmos a cada membro ou visitante a entender como é a realidade de quem vive longe da família para cumprir o IDE de CRISTO longe de seu Estado ou país. Isso gera uma curiosidade sobre os costumes locais e a adaptação dessas pessoas envolvidas, porque gera amor e cuidado com a mesma.

Lembrando que o "Momento Missionário" não é outro culto de missões; não é pregação, mas um tempo de conscientização da igreja para a necessidade de manter a obra missionária em todas as suas frentes. É nesse momento que a igreja tem a oportunidade de conhecer melhor o missionário que ela enviou, visualizando suas dificuldades e sua adaptação ao novo espaço de vida e como será feito o trabalho de evangelização daquelas pessoas naquele local específico.

Por isso, a TRANSPARÊNCIA FINANCEIRA  deve estar bem clara para que muitas igrejas que começam a trabalhar o culto missionário, possam transmitir essa transparência em suas ações financeiras (doações - como foram recolhidas, como serão enviadas e como serão utilizadas).

Não se pode deixar o mantenedor, isto é, o PARCEIRO MISSIONÁRIO em dúvidas! Se a igreja não enviou nenhum missionário, o momento é de colaborar em parceria com uma igreja co-irmã que já mantenha um missionário dentro ou fora do Brasil. Será através desta parceria que a coordenação de missões conseguirá receber uma carta missionária. Um informativo que demonstrará as ações do obreiro que é mantido financeiramente. É através de parcerias que as secretarias de missões poderão obter mais e mais conhecimento para quem sabe num futuro próximo ter a capacidade de enviar seus próprios missionários.

Mas como fazer um culto missionário? 
1 - Não torne o culto cansativo. Torne-o dinâmico;
2 - Realize o culto num dia de maior frequência na igreja;
3 - Nunca se esqueça de que o tema central do culto deve ser MISSÕES. Não adianta nada trazer "atrativos" como uma forma de chamar a atenção do povo se este atrativo não tiver foco missionário.

Então, vamos aos sete passos: 
1 - Convide pregadores que tenham envolvimento missionário. Não chame conferencistas! Deixe-os para Seminários e Cursos. Nos cultos chame evangelizadores e discipuladores, pessoas envolvidas com missões urbanas, nacionais e transculturais; 

2 - Mostre como seria o momento de envio ao campo e de recebimento do campo missionário.Explique termos como choque cultural e choque reverso.

3 - Envolva as crianças e adolescentes com jograis, peças e coreografias com a ajuda de crianças, adolescentes e jovens é primordial para um total envolvimento da igreja;

4 - A ornamentação da igreja com bandeiras não é obrigatória, mas ajuda a reconhecer o países e os mapas a localizar "fisicamente" os países; 

5 - Envolva o Ministério de Louvor da sua igreja e os cantores convidados a ponto de todos estarem em um mesmo espírito, cantando e louvando hinos evangelísticos e que ajudem a acender a chama missionária; 

6 - Informe como as ofertas são enviadas e como são utilizadas no campo missionário, a ponto de envolver novos contribuintes; 

7 - Faça orações em vários momentos do culto. Lembre que mais que as ofertas (que são muito importante para o desenvolvimento da missão), as orações são mais que necessárias (mudam quadros e situações através da fé). 


Deixe Deus acender a chama missionária em você.
Seja despertado a realizar a Missão do IDE. 
Realize o culto missionário em sua igreja, organize e aja em prol de Missões.

Em Cristo,
Missª. Patricia Telles
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

#BUVM no Sertão em 2018!

RESPEITE OS CRÉDITOS!!!

Por favor, respeite os direitos autorais e a propriedade intelectual (Lei nº 9.610/1998). Você pode copiar os textos para publicação/reprodução e outros, mas sempre que o fizer, façam constar no final de sua publicação, a minha autoria ou das pessoas que posto aqui e que, muitas vezes, aqui escrevem. Afinal, algumas postagens do "Blog Uma Visão Missionária" trazem imagens de fontes externas como o Google Imagens e de outros blog´s.

Se alguma for de sua autoria e não foram dados os devidos créditos, perdoe-me e me avise (pahesa.andrade@gmail.com) para que possa fazê-lo. E não se esqueça de, também, creditar ao meu blog as imagens que forem de minha autoria.

Projeto MICRI e a Expedição Missionária Piauí

Chamado Missionário?

Aniversário do Blog!

Missões Uruguai em Treinta y Trés.

Expedição Missionária Piauí.