Seguidores

O que você procura?

19 de março de 2013

Pr. PAULO H. CUNHA - ESTRATÉGIAS DE EVANGELIZAÇÃO NA ITÁLIA.

FOTO ENVIADA PELO Pr. PAULO H.CUNHA


Tenho muito gosto em expor o Pr. Paulo Henrique Cunha, porque pregar na Europa é muito difícil, ainda que alguns ache que é muito fácil. Já postei aqui sobre o Pr. Paulo Cunha, enquanto era missionário em Portugal. Filiado à SEMIPA e apoiado pela SEMIADECIN, nós podemos visualizar nas fotos que envia em seus relatórios que falar de Cristo aos europeus é um enorme desafio, já que muitos são ateus.

Pr. Paulo H. Cunha e família ainda se adaptam à nova Cultura e Língua. A saudade da família ainda é muito forte, a vontade de visitar as igrejas brasileiras é grande, mas a necessidade e falta de obreiros na Europa é enorme e a necessidade de ficar se perpetua.

Leiam o relatório que recebemos e se puder, coopere financeiramente com esta obra. 


Castelnuovo del Garda, Itália, 19 de Março de 2013.

Quem está fraco, que eu não me sinta fraco? Quem não se escandaliza, que eu não me queime por dentro? Se devo me orgulhar, que seja nas coisas que mostram a minha fraqueza.” (2Co 11.29-30)

Amados irmãos e companheiros na obra missionária,

    Graça e paz vos sejam multiplicadas.
     Neste mês tivemos a grata alegria e prazer de receber a visita do nosso querido Pastor Júlio Cezar T. Machado e da sua esposa Delza. Apesar de terem sido poucos dias, foi um tempo muito abençoado para as nossas vidas e para os irmãos aqui, como também penso que contribuiu para que o Pr. Julio possa ter uma melhor compreensão dos desafios da Itália e dos demais países visitados. Que o Senhor possa continuar abençoando a vida, a família e o ministério do Pr. Julio, bem como a nossa amada igreja no Brasil e demais mantenedores, que têm priorizado sempre o trabalho missionário.

     Uma das coisas que me admira muito na Bíblia é o fato dela apresentar não somente os grandes feitos de homens e mulheres de Deus, mas também as suas fraquezas. A sinceridade do apóstolo Paulo me impressiona e me inspira a seguir os seus passos, como ele seguia os de Cristo (1Co 11.1). Se o apóstolo Paulo se sentiu fraco, porque deveríamos imaginar que os missionários atuais, vezes por outra, também não se sintam. Como o apóstolo Paulo não tenho motivos para me orgulhar senão na minha fraqueza, sabendo que é o Senhor que nos fortalece com a sua graça para obedecermos ao seu chamado.

     Além dos problemas do dia-a-dia, o missionário enfrenta a saudade (dos familiares, amigos, seu país, etc.), as restrições e a burocracia governamental por ser um estrangeiro, os desafios de aprender uma nova língua e de se adaptar à uma cultura diferente da sua, os desafios financeiros, mas, para mim, o mais difícil é a nossa limitação diante de tanta necessidade espiritual (tantas vidas perdidas). Existem ainda milhares de cidades sem uma única igreja evangélica, principalmente no Norte do país (onde estamos). Enquanto no Brasil, estamos acostumados a ver tantas igrejas evangélicas, em cerca de 70% das 8.092 cidades da Itália ou "comuni" (em italiano), isto é, em mais de 5.600 cidades, não há uma única igreja evangélica. Como gostaríamos de ver mais igrejas do Brasil buscando apoiar projetos para a evangelização dos italianos.

     Diante deste grande desafio me lembro de uma ilustração que ouvi há muitos anos e que escrevi em nossa primeira carta informativa (no ano de 2000), quando ainda nos preparávamos para ir para a Índia: “Um dia houve um grande incêndio em uma floresta, e todos os animais começaram a fugir desesperados. Depois, alguns pararam para verem uma coisa anormal; era uma pequena beija-flor que lutava bravamente contra o incêndio. Ela voava até um lago próximo da floresta e então enchia seu pequeno bico de água e depois jogava esta água sobre as altas labaredas de fogo na floresta. Neste momento os outros animais começaram a zombar da bravura desta beija-flor dizendo: - Pobre beija-flor, pensa que com este pouquinho d’água vai conseguir apagar este grande incêndio! Mas, a resposta daquela incansável beija-flor foi a seguinte: - Eu sei que com este pouquinho d’água não vou conseguir apagar este grande incêndio, mas pelo menos estou fazendo a minha parte!”

      Não é fácil, mas como a pequena beija-flor nesta ilustração, queremos muito fazer a nossa parte, apesar de parecer tão pouco diante de tamanha necessidade e desafios. Mesmo nos sentindo tão pequenos e fracos, podemos, tal como Paulo, ouvir Deus dizer: “Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza" (1Co 12.9).     

    Nós somos imensamente gratos a todos os amados irmãos que têm nos apoiado na obra missionária, segurando as cordas da oração e contribuição. Somos muito gratos a Deus pelas vidas de todos vocês. Muito obrigado por estarem conosco na obra missionária e por fazerem a vossa parte!

Motivos de oração:
  * Por nossa saúde física, emocional e espiritual;
  * Pelo Matheus, que está no Brasil;
  * Pelos nossos estudos e pela fluência na língua italiana;
  * Por direção, estratégias e graça de Deus para alcançarmos os italianos com a mensagem do Evangelho;
  * Por novos mantenedores e pelas nossas finanças.

     Com gratidão, 


Pr. Paulo Henrique, Alessandra e Lucas
========================================
Banco do Brasil Ag 3159-3 C/C 6573-0
Banco Itaú Ag 6116 C/C 00485-1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

RESPEITE OS CRÉDITOS!!!

Por favor, respeite os direitos autorais e a propriedade intelectual (Lei nº 9.610/1998). Você pode copiar os textos para publicação/reprodução e outros, mas sempre que o fizer, façam constar no final de sua publicação, a minha autoria ou das pessoas que posto aqui e que, muitas vezes, aqui escrevem. Afinal, algumas postagens do "Blog Uma Visão Missionária" trazem imagens de fontes externas como o Google Imagens e de outros blog´s.

Se alguma for de sua autoria e não foram dados os devidos créditos, perdoe-me e me avise (pahesa.andrade@gmail.com) para que possa fazê-lo. E não se esqueça de, também, creditar ao meu blog as imagens que forem de minha autoria.

Projeto MICRI e a Expedição Missionária Piauí

Chamado Missionário?

Aniversário do Blog!