QUAL É A SUA DESCULPA?

QUAL É A SUA DESCULPA?
Faça Missões! Obedeça a Ordem de Jesus Cristo.

Seguidores

O que você procura?

28 de junho de 2012

Missª Regiane Cezário - Uma África Impactante.



Membro da Assembleia de Deus - Ministério Catantuva e formada pela EETAD - Escola de Educação Teológica das Assembleias de Deus, a Missionária Regiane Cesário e seu esposo, Pr. Wilsimar Césário, iluminam o Blog Uma Visão Missionária neste fim de mês de aniversário do Blog. 


Nossos irmãos se encontram em Moçambique, onde mesmo com todas as dificuldades culturais, econômicas e geográficas têm se mantido fiéis ao IDE de Jesus Cristo na evangelização de aldeões nesta área do continente africano. 

Nosso blog completará três anos de existência na área missionária no próximo dia 30 e temos o prazer de divulgar este e-mail que recebi da Missionária Regiane. Trazemos até vocês, queridos leitores, o relatório mais impactante que já li desde que comecei a escrever neste blog. Acredito que você não dirá mais frases como "PREGAR NA ÁFRICA É MUITO LINDO", mas dirá: "PREGAR NA ÁFRICA É PARA QUEM TEM CHAMADO E TREINAMENTO! UNÇÃO DE DEUS E GRAÇA dELE PARA REALIZAR A MISSÃO CONFIADA." - Sem demagogias, eu glorifico a Deus por estes servos de Deus e lhe peço que espante a preguiça e leia o texto em sua totalidade. Você não irá se arrepender. 

E não esqueça-se de contribuir com esta obra, depositando uma oferta de amor na conta da Missionária Regiane Cesário que está exposta ao final do artigo. Deus te abençoe! 

PATRÍCIA TELLES

**** 

LEIA O E-MAIL QUE RECEBI. 
(TODAS AS FOTOS PUBLICADAS SÃO DA MISSIONÁRIA E POSSUEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA PARA SEREM EXPOSTAS AQUI)! 

Queremos mais uma vez expressar a nossa gratidão a igreja e aos irmãos que tem orado por nossa família e ministério. Louvamos a Deus por vossas vidas e sabemos que sem as vossas orações e sem o vosso apoio tudo seria mais difícil. Os desafios e lutas são grandes, mas as vitórias conquistadas dia a dia nos enchem de alegria! Gostaríamos de louvar a Deus por vossas orações e dizer que elas tem sido respondidas pelo Senhor. 

Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos; E clamavam com grande voz, dizendo: Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro. Ap 7.9,10 

África é o continente que apresenta a maior taxa de crescimento vegetativo do mundo. A fome por exemplo castiga grande parte dos africanos, os índices de desnutrição são absurdos nessa região do planeta. De acordo com os dados da Organização das Nações Unidas (ONU) cerca de 1 a cada 3 adultos em Zimbábue é portador do vírus do HIV. Além da Aids, a malária também é responsável pela morte de vários habitantes anualmente, um milhão de africanos morrem em cada decorrência da malária. A fome, aids e malária são problemas que atingem a África que quase na sua totalidade. Cerca de 150 milhões de africanos não ingerem a quantidade mínima de calorias diárias, e mais 23 milhões de habitantes correm o risco de morrer de fome. 

Todos os problemas sociais identificados na África (miséria, fome, desemprego, guerras, dentre muitos outros) podem ser agravados tendo em vista que se o crescimento vegetativo continuar no mesmo passo, em 2015 a população africana será de 1 bilhão de habitantes. Fato que irá desencadear um aumento pela procura de alimentos, aumentando a fome.  
As péssimas condições de vida da população africana são divulgadas por todo o mundo através dos meios de comunicação (revistas, jornais, televisão, internet, rádio, etc). 

A baixa qualidade de vida deste povo é proveniente de diversos fatores, é possível apontar como principais: a dívida externa e a corrupção. 

Apesar de apresentar taxas de mortalidade elevadas em todas as faixas etárias, as de natalidade são altas. Atualmente quase a metade da população africana possui idade inferior a 15 anos. Em razão da falta de serviços médicos, a expectativa de vida é muito baixa, geralmente um africano não vive mais de 49 anos. 

As condições de vida do missionário... 

Por estarmos vivendo em um país africano estamos sujeitos as mesmas condições de vida deste povo, na questão da saúde que é precária e as mesmas dificuldades que eles enfrentam no seu dia a dia. 

Nossas dificuldades... Onde estamos vivendo em Inhaminga, (uma vila de Aldeias) estamos distante a 200 Km da cidade da Beira, cidade mais próxima, onde tem mais recursos para uma qualidade de vida melhor, hospital, mercado, farmácia, e caixas eletrônicos (bancários). Vamos 1 vez por mês para fazer o saque e fazer as nossas compras, sendo que a estrada é de terra batida e cheia de buracos e quando chove vira uma lama que não temos como passar, levamos 6 horas de viagem até chegar a cidade. 


Mas... em Inhaminga tem algumas bancas onde podemos compras alguns legumes, como tomate e batata, e a única fruta que encontramos para comprar é a banana e raras vezes o côco, encontramos também cebola e alho. 

Aqui em Inhaminga onde vivemos, não há lojas de roupas... o que há são roupas usadas que vem de outros países como doações e aqui são vendidas em brechós.


Também uma padaria onde sempre falta pão, e quando tem pão não tem sacolas para colocar o pão. A semana passada a Heloísa estava com muita vontade de comer pão e quando fomos comprar.... neste dia não havia pão. 


Aqui os nativos vivem da agricultura, onde eles vendem e comem do que plantam, nos meses de Dezembro a Março não houve chuva aqui em Inhaminga e nas bancas não tinha nada para vender, e quando não chove... há fome. 

Mas Graças ao Bom Deus que no Mês de Abril choveu, onde houve alimentos tanto nas bancas quanto nas casas do povo africano. Mas por outro lado aumentou os casos de malária, onde vemos muitas pessoas doentes e algumas chegam a óbito devido o aumento de casos no período de chuva. 

Uma outra dificuldade que nós missionários enfrentamos aqui em relação a nossa filha é a alimentação, onde ela conhece Danone, bolacha, iorgute, leite, frutas, biscoitos, sucos... e nos preocupamos muito com a alimentação, e nos esforçamos o máximo que a alimentação dela seja rica em vitaminas e proteínas e claro algumas guloseimas que ela gosta, mas aqui é tudo muito caro, quando vamos fazer as compras na cidade, encontramos bolachas, biscoitos, iogurtes, leites, frutas...mas são importados onde o preço de um pacote de biscoito simples chega a custar R$ 4.00 , o preço de 1 litro de leite custa R$7.30, 1 iogurte... somente um custa R$3.00, um quilo de laranja aqui chega a R$10.00, 1litro de suco de frutas custa R$5.50, uvas R$20.00 o Kg, a maçã chega a custar R$10.00 o Kg. 

Aqui onde vivemos não tem criação de gados pela falta de água e por este motivo não tem carne de vaca para consumo, e quase não encontramos frangos, quando queremos comer carne temos que enfrentar 200 Km de estrada de chão de terra batida e encontramos preços altíssimos de carne na cidade, onde o preço da carne chega a R$30.00 o quilo. 

Os preços são altos, porque os produtos vem de outros países, e os nativos tem hábitos alimentares bem diferentes do nosso. Crianças e até mesmo adultos não conhecem estes produtos citados acima. 

O que encontramos com facilidade aqui é carne de caça, macaco, ratazana, gato do mato, gazela, pala-pala, cabrito... mas evitamos devido a questão da higiene. E também porque a venda é proibida.



O que a Heloísa está segurando são ratos (do mato) assados. Pr. Cezário segura um gato do mato. Que aqui é comido normalmente.


O que seguramos são ratos do mato de são chamados de Imbeúa. 

Outra grande dificuldade que encontramos aqui é a questão da água, aqui em Inhaminga não tem água encanada e todos os dias temos que buscar água em galões, onde é fornecido para a população e esta água temos que pagar. 

É muito sofrido não ter água encanada, o nosso banho é na caneca, as roupas, copos panelas, pratos, são lavadas nos baldes…água aqui na África é muito preciosa,devido as dificuldades que tem para ter acesso a ela, e a usamos com muita economia. 


Doenças aqui tem de todos os tipos que os irmão possam imaginar. O sol é muito quente, o calor é intenso, suga as nossas forças físicas... Por este motivo é que usamos capulanas (tecido) na cabeça para amenizar o sol. 

Louvamos ao Senhor... 
Apesar de todos os sofrimentos do povo, do continente, da vida missionária, sabemos quE Deus tem o controle de tudo, e tem cuidado de cada detalhe da nossa vida. As dificuldades, a falta de conforto, a distância da família, amigos e igreja, as enfermidades, as malárias, a solidão,o cansaço, a carência, as batalhas espirituais que enfrentamos no campo missionário, não tira a convicção de que fomos chamados para anunciar o evangelho do Senhor Jesus Cristo. 

Somos e estamos muito felizes por sermos úteis na Seara do Mestre, porque sabemos que o nosso trabalho não é vão no Senhor, teremos do Senhor recompensas. 

É muito lindo e gratificante ver vidas se entregando aos pés do Senhor Jesus através das nossas vidas...Queremos ser exemplos nesta geração. 


Agradecemos ao Senhor Nosso Deus, e aos irmãos... Pelo apoio espiritual e financeiro. 
De vossos missionários. 

Pr.Cezário, Pra. Regiane e Heloísa.


Para ofertar: 

Banco do Itaú ag.0261 
Conta poupança 80482-7/500 - Regiane Cristina da Silva 




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

RESPEITE OS CRÉDITOS!!!

Por favor, respeite os direitos autorais e a propriedade intelectual (Lei nº 9.610/1998). Você pode copiar os textos para publicação/reprodução e outros, mas sempre que o fizer, façam constar no final de sua publicação, a minha autoria ou das pessoas que posto aqui e que, muitas vezes, aqui escrevem. Afinal, algumas postagens do "Blog Uma Visão Missionária" trazem imagens de fontes externas como o Google Imagens e de outros blog´s.

Se alguma for de sua autoria e não foram dados os devidos créditos, perdoe-me e me avise (pahesa.andrade@gmail.com) para que possa fazê-lo. E não se esqueça de, também, creditar ao meu blog as imagens que forem de minha autoria.

Projeto MICRI e a Expedição Missionária Piauí

Chamado Missionário?

Aniversário do Blog!