#BUVM no Sertão em 2018!

O que você procura?

25 de dezembro de 2009

MISSª. ANDRÉIA SIQUEIRA - PROJETO AMA-ANGOLA.


Missionária Andréia Siqueira é membro da ADIG - Assembleia de Deus da Ilha do Governador. Mantém uma Associação Beneficente - ASBEPE que mantém crianças dando-lhes aulas de reforço, alimentação e educação lúdica no Rio de Janeiro. Uma das confraternizações realizadas com as crianças do Projeto da Comunidade de Ramos foi através do futebol. Doações chegam, mas não suficientes. O Projeto ainda precisa de várias parcerias para seguir em frente. Várias crianças são beneficiadas.

Além do Projeto no Rio de Janeiro... A Missionária Andréia Siqueira que tem o apoio da SEMIPA para implantar o Projeto AMA-ANGOLA. 



Após trinta anos de Guerra Civil que destruiu praticamente toda Angola, o país vive atualmente com inúmeros problemas sociais. Não há como descrever tantas necessidades e desafios, tanto na área social como na área moral. Uma geração inteira criada ouvindo tiros e vivendo conflitos sem uma visão do futuro, que precisa de Educação e não possui infra-estrutura para isso. Apesar da capital de Angola crescer e receber investimento para crescer ainda mais... As demais localidades do país causam um contraste absurdo. 

A guerra se foi, mas deixou cicatrizes enormes na sociedade que precisa de apoio e de uma mão amiga, que os ajude a levantar do chão. O Projeto Ama-Angola surgiu para apoiar crianças, jovens e adultos de Angola. Assim poderão ter um pouco de esperança, uma educação e evangelismo, para que possam ser alcançados pelo conhecimento do Evangelho de Cristo.

A missionária Andréia Siqueira não pôde ficar alheia a este chamado de Deus para um grande trabalho no continente africano, nem tapar os ouvidos ao clamor de milhares de angolanos carentes. Deus colocou em seu coração o desejo de desenvolver um projeto de alfabetização para adultos neste país. Saiba mais sobre este projeto e como ajudar a alcançar centenas de angolanos com a alfabetização e com o Evangelho de Cristo.

A proposta inicial é de apoiar 300 crianças carentes do Bairro de Ramos e do bairro em Angola, dando-lhes estrutura na área educacional, além de ajudar a igreja local, que é muito pobre e necessitada de obreiros, a realizar ações sociais. O projeto visa recrutar profissionais voluntários e professores angolanos para darem os cursos. A escola oferecerá cursos de primeira a nona série, com aulas de alfabetização, português, matemática, geografia, biologia, ciências, história e moral e cívica. Também cursos de: técnica em serigrafia, informática, primeiros socorros e curso teológico, que não existem em toda a região.

Objetivos do Projeto

Alcançar crianças, os jovens e os adultos que não tiveram oportunidades de estudar e lhes dar uma profissão, pela qual, poderão exercer sua cidadania. 

Finalidade

A evangelização através do conhecimento da leitura e da escrita. Dar apoio as crianças e adolescentes, que não têm nenhum recurso para estudar, bem como, apoiar missionários que estarão desenvolvendo projetos em outras áreas de trabalho e missões específicas. 

Alvo

Crianças carentes e adultos analfabetos. Deste modo levá-los a profissionalização com cursos técnicos. Oferecendo novas oportunidades de trabalho para os jovens. 

Visão

Ganhar almas para o Reino dos Céus, dando-lhes oportunidades físicas e espirituais de crescerem e se tornarem cidadãos. 

Composição

Através da parceria com Ong’s, Igrejas e empresas interessadas no desenvolvimento de uma geração de seres humanos, traumatizados pela guerra, que tiveram seu futuro perdido.

Desafios atuais

Com aquisição do terreno medindo uma área de 50m x 30m em Angola, restam os recursos para a construção da escola e do Centro de Treinamento Missionário. Tudo isto para possibilitar o crescimento de uma geração traumatizada pelas perdas de uma guerra de décadas. 

Realidades locais

O terreno para a construção da escola e o Centro de Treinamento está localizado em uma das áreas mais carente de Angola. As ruas não têm asfalto, a água não é tratada adequadamente, o lixo fica todo espalhado pelas ruas e a ociosidade da população por falta de trabalho, ocasiona um grande luta pela sobrevivência. A situação é caótica. Somente projetos de reestruturação social podem ajudar esta população. Crianças carentes vivem esmolando pelas ruas da cidade, sem falar do alto índice de analfabetismo entre a maioria da população. 

Recentemente, a Missionária Andréia esteve em Angola para conferir as necessidades dos angolanos e o trabalho que desenvolverá lá. O mesmo que desenvolve na ASBEPE, a assossiação beneficente que administra em Ramos. Você pode além de orar, também contribuir com este projeto, divulgando-o e levantando pessoas que possam contribuir financeiramente para ajudar a mudar o triste quadro dos angolanos e das crianças de Ramos no Rio de Janeiro. 

Telefones para contato: 

( XX 21 ) 3882 - 6471 
ou ( XX 21 ) 3977 - 6310 

E - mail: missionariandreiasiqueira@gmail.com 



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

RESPEITE OS CRÉDITOS!!!

Por favor, respeite os direitos autorais e a propriedade intelectual (Lei nº 9.610/1998). Você pode copiar os textos para publicação/reprodução e outros, mas sempre que o fizer, façam constar no final de sua publicação, a minha autoria ou das pessoas que posto aqui e que, muitas vezes, aqui escrevem. Afinal, algumas postagens do "Blog Uma Visão Missionária" trazem imagens de fontes externas como o Google Imagens e de outros blog´s.

Se alguma for de sua autoria e não foram dados os devidos créditos, perdoe-me e me avise (pahesa.andrade@gmail.com) para que possa fazê-lo. E não se esqueça de, também, creditar ao meu blog as imagens que forem de minha autoria.

Projeto MICRI e a Expedição Missionária Piauí

Chamado Missionário?

Aniversário do Blog!

Missões Uruguai em Treinta y Trés.

Expedição Missionária Piauí.