Participe e nos ajude a levar doações aos nordestinos em janeiro de 2018!

Participe e nos ajude a levar doações aos nordestinos em janeiro de 2018!

QUAL É A SUA DESCULPA?

QUAL É A SUA DESCULPA?
Faça Missões! Obedeça a Ordem de Jesus Cristo.

Seguidores

O que você procura?

9 de novembro de 2009

Indisciplina gera "Disciplina".

Foto Google
Muito se tem falado, ultimamente, em “disciplinas” exageradas nas igrejas como um fator de abuso de poder. Dificilmente, relaciona-se “disciplina” a indisciplina do membro. A “disciplina” ocorre nas igrejas quando um membro falta com a ética e a moral ou causa danos materiais à igreja ou a terceiros. 

É um momento em que o membro fica impedido de participar da Santa Ceia, de participar dos grupos de departamentos da igreja e deve continuar comparecendo aos cultos e escola dominical, para entender como a relação social deve ser cultivada de forma espiritual e prática. Seria como uma reprovação na escola, que merece ser avaliada.

A indisciplina é sempre relacionada aos adolescentes e jovens que passam por momentos difíceis durante o período da Maturação, momento em que mudam de uma fase para outra na vida. Quando a questão é direcionada às igrejas, o foco muda. Passa a ser uma questão de “rebeldia” e “divergência de opiniões”. 

Mas o que motiva adolescentes, jovens e adultos com cargos “importantes” a cometerem uma falta cabível de “disciplina”? Como podemos diminuir esta ação nas igrejas? Diminuir no sentido de estar em comunhão, não no sentido de eximir de culpa o pecador.

Qual é a principal causa de disciplinas nas igrejas no antigo Século? Adultério, fornicação, roubo, transtorno de personalidade... E neste Século não é diferente. 

Outra causa de indisciplina é a falta de participação dos membros da igreja nas atividades da mesma. Se ele não comparece aos cultos é cabível de “disciplina”, se este não coopera nos departamentos da igreja é um “membro de banco” e torna-se logo estigmatizado pelos demais. Mas por que disciplinar alguém neste contexto, que pode ser orientado, evitando a tão não mais temida “disciplina”? Por que disciplinar alguém que não está satisfeito com a “rotina” que lhe é imposta? Não seria mais fácil buscar formas de mantê-lo pelo amor, pela motivação, pela participação própria e pela Graça?

A falta de infra-estrutura tem levado muitos membros a ficarem em suas casas e alguns acabam por ficarem em “disciplina” por estarem em indisciplina. Muitos nem querem estar numa igreja em que os cultos não começam na hora ou não terminam numa hora adequada. Se não for um servo dedicado ao Senhor Jesus, com certeza, ficará desmotivado, pois é normal do ser humano trair seus próprios interesses. 

Mas o que faz com que haja “indisciplina” nas igrejas a ponto de causarem “disciplina”? Afirmo que a indisciplina só ocorre quando há falta de motivação dos integrantes do ministério em orientar melhor os membros da igreja. Quanto na verdade, “indisciplina” deveria ser visualizada como um reflexo de uma gestão que precisa de mudanças. Não que esta gestão seja incompetente, mas que precisa se reformular para melhor atender às dificuldades dos relacionamentos inter e intrapessoais. É fato!

Em resumo, indisciplina ocorre por falta de motivação, participação e infra-estrutura. Não! Não! Não! Não é isso! É por culpa do membro mesmo. Dirão alguns. O membro é quem peca. O membro é quem não pensa igual ao seu líder. O membro é que corre contra a direção certa. A culpa sempre é do membro. Quem leva a disciplina? O membro.

Não queremos excluir a "disciplina", porque a mesma é necessária. O que pedimos é uma reflexão maior dos gestores, neste caso pastores, para que melhor orientem seus membros. E quanto aos membros que pensam que igreja é lugar de bagunça... convertam-se!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

RESPEITE OS CRÉDITOS!!!

Por favor, respeite os direitos autorais e a propriedade intelectual (Lei nº 9.610/1998). Você pode copiar os textos para publicação/reprodução e outros, mas sempre que o fizer, façam constar no final de sua publicação, a minha autoria ou das pessoas que posto aqui e que, muitas vezes, aqui escrevem. Afinal, algumas postagens do "Blog Uma Visão Missionária" trazem imagens de fontes externas como o Google Imagens e de outros blog´s.

Se alguma for de sua autoria e não foram dados os devidos créditos, perdoe-me e me avise (pahesa.andrade@gmail.com) para que possa fazê-lo. E não se esqueça de, também, creditar ao meu blog as imagens que forem de minha autoria.

Projeto MICRI e a Expedição Missionária Piauí

Chamado Missionário?

Aniversário do Blog!