#BUVM no Sertão em 2018!

O que você procura?

26 de agosto de 2009

ADERC E ADECIN - UM MARCO EM MISSÕES!!!

http://www.igrejadoriocomprido.com.br/
Aceitei a Jesus na ADERC - Assembleia de Deus do Rio Comprido em 1993 e ali fiquei até 1999. No mesmo ano pedi carta para ADECIN - Assembleia de Deus em Cidade Nova, onde fiquei até dezembro de 2008. Sair de Cidade Nova não foi fácil. Foi uma decisão muito difícil, mas minha família e eu nos mudamos para Jacarepaguá, zona oeste da cidade do Rio de Janeiro e ficou cada vez mais difícil permanecer. A distância era muito grande e sem carro ficou quase impossível. Foi muito estressante abandonar a ADECIN, pois  ali estudei um pouco mais da palavra em profundidade e participei do grupo de Missões mais intensamente.

Engraçado, que quando ali cheguei foi uma baque. Quem é que gosta de chegar a lugar novo? Parecia até minha primeira aula na escola. Todos olhando desconfiados. Jovens ativos, muito mais observadores dos que eu já havia conhecido. Uma geração diferente vivendo uma mesma época. Fui muito bem recebida e não foi difícil me embrenhar no meio do Círculo de Oração das irmãs. Na época, dirigido pela Missionária Vanecy, que está na Itália atualmente em Missões. Ali dei meus passos mais profundos no mundo das revelações espirituais através da Palavra de Deus.

O culto de doutrina parecia uma aula da faculdade. Na época, eu cursava Letras na PUC-Rio. Era difícil conciliar estudo com frequencia na igreja. Meu mundo virou uma "bola de neve", gelada e vazia. Viajei a Maceió-Al. Uma fase meio fora da casa de Deus, onde abandonei Missões de vez. Assim eu pensava... O interessante é que eu tinha certeza de que Missões era a minha realidade. No entanto, eu fugia muito. Fugia demais! Era difícil falar de Jesus com a mesma autoridade de antes. Agora, perdida. Pensei em retornar a ADERC, mas Deus me repreendeu em sonho. O "Não" de Deus machuca, mas é importante para nosso crescimento enquanto seres humanos nesta terra.

Foi aí, que regressei com todas as minhas forças ao Senhor. Me interessei pelo trabalho de Missões realizado pela SEMIADECIN e não larguei mais. Iniciei o Seminário Teológico da ADECIN - SETEB, mas por motivos financeiros tive que abandonar no terceiro período. Mesma época, que pelos mesmos motivos, tive que trancar a faculdade de Letras. Missionária Helena Rafael e Pr. Valter Ferreira foram peças fundamentais em minha vida, pois motivaram-me a não desanimar e ajudaram-me em meu crescimento missionário.

Penso que foi por isso que Deus teve compaixão e me enviou o meu esposo, Dc. Edson Telles. Não tínhamos nada a ver um com o outro, mas Deus viu Missões em nós; Deus nos observou e viu crescimento espiritual; Deus nos ungiu e nos uniu, vendo que almas seriam salvas através do que Ele faria em nós.

Noivos, viajamos com a SEMIADECIN para o interior do Rio de Janeiro (Conservatória) e interior de Minas (Bom Jardim de Minas, Arantina e Andrelândia), onde realizamos visitas missionárias, trabalhamos nos cultos realizados nas congregações da ADECIN e colhemos bons frutos através das experiências de Pr. Valter Ferreira que foi um grande professor para nós.

Só que mais uma vez tínhamos que pedir carta e sair de Cidade Nova, pois morando na Taquara... Não deu para estarmos presentes nos cultos e demais atividades. Pedimos carta para uma igreja próxima de nossa casa, JUV-Rio, congregação da Igreja Evangélica Juventude de Cristo que tem sede em Barra Mansa/RJ, e ali estamos realizando atividades de Missões neste ano.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

RESPEITE OS CRÉDITOS!!!

Por favor, respeite os direitos autorais e a propriedade intelectual (Lei nº 9.610/1998). Você pode copiar os textos para publicação/reprodução e outros, mas sempre que o fizer, façam constar no final de sua publicação, a minha autoria ou das pessoas que posto aqui e que, muitas vezes, aqui escrevem. Afinal, algumas postagens do "Blog Uma Visão Missionária" trazem imagens de fontes externas como o Google Imagens e de outros blog´s.

Se alguma for de sua autoria e não foram dados os devidos créditos, perdoe-me e me avise (pahesa.andrade@gmail.com) para que possa fazê-lo. E não se esqueça de, também, creditar ao meu blog as imagens que forem de minha autoria.

Projeto MICRI e a Expedição Missionária Piauí

Chamado Missionário?

Aniversário do Blog!

Missões Uruguai em Treinta y Trés.

Expedição Missionária Piauí.